top of page
  • Foto do escritorMário da Rosa

Inventário dos estoques de materiais

Atualizado: 10 de jun. de 2023

A responsabilidade pelo inventário de materiais no setor público cabe aos gestores públicos, bem como aos responsáveis pelo gerenciamento dos estoques e dos almoxarifados. Uma Comissão Interna deve ser constituída especificamente para a realização desta atividade.


A prática periódica do inventário dos estoques é fundamental para aferir se os materiais de consumo estão sendo utilizados de forma adequada e eficiente, e também para identificar possíveis perdas, desvios ou avarias nos materiais. Além disso, a realização do inventário anual é uma exigência legal, prevista na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e nas normas que regem a gestão pública no Brasil. A não realização do inventário pode gerar penalidades, como o bloqueio de recursos e até mesmo a abertura de processos administrativos por parte dos órgãos de controle.


A periodicidade do inventário dos estoques de material de almoxarifado pode variar de acordo com as normas e regulações internas de cada organização. Geralmente, é recomendado que o inventário seja realizado pelo menos uma vez ao ano, para verificar a existência física dos materiais em estoque, bem como identificar falhas no processo de controle. No entanto, em algumas organizações, pode ser necessário realizar o inventário dos estoques de forma mais frequente, de acordo com a rotatividade dos materiais e a demanda por esses produtos.


É imprescindível que os Órgãos Públicos adotem medidas de controle dos estoques, como o registro formal de entrada e saída dos materiais, etiquetagem dos produtos e análise dos indicadores de gestão de estoque, para minimizar desperdícios e garantir a eficácia e eficiência dos processos de gerenciamento de almoxarifado.


Assim, a realização do inventário de materiais no setor público deve ser tratada como uma atividade primordial, que requer planejamento, organização e execução rigorosa, garantindo a transparência e a efetividade da gestão dos recursos públicos. Cabe aos gestores públicos zelar pelo patrimônio público, adotando medidas de controle adequadas e promovendo ações educativas de conscientização dos servidores sobre a importância da gestão responsável e eficiente dos materiais de consumo.

コメント


bottom of page